Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Como conheci o Pantanal

Por: cristal - Categoria: Traicao

COMO CONHECI O PANTANAL
E lá estava eu, realizando um sonho de criança, conhecendo o que o Brasil tem de melhor: O Pantanal. Fui através da colaboração de amigos que me acolheram de maneira muito especial. Começamos a passear de lancha pelos rios e lagos, com um amigo nosso,sua esposa, e mais um casal de amigos deles, Fátima e Hélio. Minha esposa adora a natureza, mas morre de medo de insetos, então resolveu ficar Rio. No passeio, tudo corria maravilhosamente. Paisagens deslumbrantes, desenhadas à mão pelo criador. Fátima era a mais empolgada pois, apesar de viver perto dessas maravilhas, cada vez que ia para lá, parecia que nunca havia ido antes, pois, ficava encantada como se fosse a primeira vez. Tanto que fazia o passeio de lancha, em pé o tempo todo e, foi numa dessa que o piloto, fez uma curva mais rápida, e Fátima caiu em meu colo. Aquele perfume, aquela pele macia fizeram com que me excitasse muito naquele momento, mas tive que segurar a onda pois seu marido estava presente e não poderia deixar transparecer aquele momento tão intimo meu. Senti que ela, gostou de ter caído em meu colo pois a partir daquele momento, sempre que podiam me olhava às escondidas. Eu era o único que percebia. Em determinado momento O piloto da lancha deu a idéia de pararmos em terra firme, assim que achássemos um espaço adequado, pois queria dar uma olhada na lancha que estava fazendo um barulho estranho. Resolvemos então parar logo à frente, quando conseguimos descer da lancha em terra firme. Desceu Fátima e eu. Seu marido e o piloto, ficaram para tentar ver o que estava acontecendo com o barco. Tudo estava conspirando para que acontecesse algo mais entre eu e aquela mulher maravilhosa. Fátima então disse que queria dar uma volta ali por perto mesmo, só para ver os pássaros e as flores, que nessa época são lindas. Seu marido ficou preocupado mas, me prontifiquei em acompanha-la por onde quer que ela fosse. Então acertaram o local em que nos encontraríamos, pois eles teriam que voltar até a cidade para comprar uma peça que estava com defeito. Começamos a entrar mata à dentro, vimos coisas maravilhosas, como pássaros e flores, que apenas encontraríamos num lugar maravilhoso como aquele. Fátima ia sempre na frente pois estava mais acostumada ao caminho. O calor era intenso, tanto do ambiente como do meu corpo, em ver aquela delícia na minha frente. De vez em quando ela olhava para trás parava e me dava uma piscadela com os olhos. Ficava cada vez mais excitado até que não agüentei mais aquele tesão e disse para ela que gostaria de me molhar um pouco, pois o calor estava insuportável. No que ela concordou plenamente e disse que conhecia uma pequena lagoa que ficava um pouco mais à frente, que lá daria para que nós nos refrescássemos nas águas transparentes. E continuamos a andar. Quando chegamos à lagoa, minha cabeça foi a mil pois Fátima começou a tirar a roupa, sem o menos pudor e se atirou dentro d'água. Vendo aquela cena maravilhosa, não perdi tempo e fiz a mesma coisa, mesmo porque Fátima me pedia isso, desesperadamente, somente com o olhar que ela lançava sobre mim. Tirei minha roupa e me joguei dentro daquela água maravilhosa. Extremamente fresca, Ela se levantou e disse para mim...olha como ficaram os bico dos meus seios!!! Eu olhei aquilo, com meu pau já mais duro do que aço e falei: isso tudo é frio?? Não!! É tesão mesmo, me respondeu com uma cara de safada. Fui em direção a ela e disse.. posso tentar acamar esse tesão todo...Não só pode como deve, pois ele está assim por causa disso.. Falou isso e segurou meu pau com muita volúpia. Começou a punhetá-lo bem devagar enquanto eu passava minha língua em seu pescoço , até chegar naqueles seios maravilhosos e arrepiados. Chupava bem gostoso, passava a mão em sua bucetinha que, apesar de estar dentro da água, estava até quente de tanto líquido que escorria de dentro dela. Peguei-a no colo, e nos beijavamos alucinadamente, deitei-a por cima de nossas roupas que estavam jogadas num gramado, e comecei a chupar muito sua bucetinha, passando a língua em toda sua extensão até chegar em seu clitóris e pincelar com a ponta da língua. Ela segura em meus cabelos, apertando meu rosto na sua bucetinha, esfregando cada vez mais forte. Deve ter gozado umas duas vezes pois fechava as pernas em meu pescoço e parecia que iria voar de tanto tesão que aquela mulher tinha. Depois de ter gozado gostoso em minha boca e eu ter sugado todo os seus líquidos ela me pediu para deita no chão pois agora era ela que queria sentir o gosto do meu cacete, apesar de não fora do normal, é um pouco mais grosso que o convencional, o que dava muito tesão a ela. Começou a me chupar como uma cadela. Sabia o que estava fazendo, chupava com maestria. Enterrava tudo dentro da boca, chupava minhas bolas, passava a língua na cabeça e enquanto isso eu enfiava o dedo em sua bucetinha e em seu cuzinho, que a essa altura do campeonato, piscava mais que luz de ambulância. Senti que gozaria e avisei a ela, não se importou e acelerou mais e mais os movimentos até que, não agüentando mais, enchi aquela boquinha de veludo com jatos de porra. Aquela mulher era demais, pois não parava de gozar e ela engolia tudo. Disse que não desperdiçaria uma gota sequer, que adorava beber uma porra quentinha . Chupou tudo e deixou meu pau limpinho e o fez com tanto tesão que praticamente ele nem amoleceu, então ela foi sentando bem devagarinho nele, fazendo aquela bucetinha maravilhosa engoli-lo por inteiro, até sentir minhas bolas encostarem na sua bunda. Começou a subir e descer, me cavalgando como uma amazona experiente acostumada a montar num bom cavalo. Eu delirava com cada movimento dela. Ela comandava toda a ação, eu ficava apenas curtindo, toda aquela fúria. Aquela mulher era um vulcão, pois senti que ela já havia gozado mais duas vezes, somente cavalgando em cima da minha pica. Puxava ela de encontro a mim, e chupava seus seios, mordia seus bicos, passava o dedo em seu cuzinho, enfiando ele lá dentro, e ela, então se acabava, rebolava como uma louca desvairada, gritava, gemia, me xingava... VAI... FILHO DA PUTA!!! ME COME TODA!!!... FODE SUA PUTINHA SAFADA !!! ME ENCHE DE PORRA!!! QUERO SENTIR MEU ÚTERO ESTOURAR COM MUITA PORRA LÁ DENTRO!!!... Aquilo me deixava mais cheio de tesão ainda, até que eu, não agüentando mais alaguei sua bucetinha com muita porra quente. Ela sentindo que eu tinha gozado, saiu de cima de mim e chupou todo o resto que ainda estava saindo do canal e desabou ao meu lado, deitando sobre meu peito. Mas eu não queria parar por ali, queria comer aquele cuzinho, mas, por hora, a deixaria descansar um pouco, enquanto eu, continuava a passar a mão em sua bucetinha e em seu cuzinho, e ela olhava para mim, como que adivinhando minhas intenções e sorrindo de maneira marota. Virei-a de lado, desci até sua bucetinha e comecei   a chupa-la. Passava a lÍngua em toda a extensão de sua bucetinha molhada, quentinha e ainda com minha porra escorrendo, seguia até seu cuzinho, que piscava muito, como que pedindo para ser comido. Enfiava a lÍngua lá dentro, ela se contorcia de tanto prazer e dizia...LAMBE MEU CUZINHO MEU MACHO!!. HHHUUUUU!!!! QUE DELICIA, NINGUÉM FEZ ISSO COMIGO AINDA...ENFIA TUDO!!... QUERO GOZAR MUITO TOMANDO NO CÚ!! ME COME LOGO!!! COLOCA ESSA ROLA GOSTOSA DENTRO DELE!!.. Eu continuava a chupa-la até que ela gozou novamente em minha boca. Coloquei-a deitada com o rabinho para cima e continuei a passar a língua nele, ela gritava pedindo para eu come-la logo, então, deitei por cima dela e comecei a esfregar meu pinto desde sua bucetinha até seu buraquinho. Comecei enfiando aos pouco em sua bucetinha para poder lubrificar meu pinto, em seguida, tirei de lá, coloquei na portinha dele e comecei a forçar a entrada. Como minha cabeça é um pouco grande, ela se assustou e tentou fugir mas, eu a segurei com força e lhe disse.. Fique quietinha, que não vai doer nada, agora se você não ficar quietinha eu vou arrombar esse cuzinho delicioso de uma só vez. Ela ficou com receio e se acalmou. Fui forçando a entrada e quando a cabeça entrou, ela deu um grito e começou a se debater, tentando escapar, então, não agüentando mais o tesão, enfiei de uma só vez, e sem dó. Ela deu um grito e desfaleceu, devido à dor que sentiu. Fiquei quietinho para que ela se acostumasse com ele entalado no cú. Qual não foi minha surpresa quando ela começa a mexer a bunda, rebolando e fazendo com que meu pinto entrasse e saisse daquele buraquinho delicioso. Foi uma loucura, pois ela gritava e gemia como se fosse uma louca desvairada e eu, aproveitei e soquei até o fundo, tudo que tinha direito. Corria um filete de sangue por aquele rabo delicioso mas eu não queria nem saber, socava cada vez mais lá dentro. Ela gritava...ME RASGA!!.... QUE DELÍCIA... QUERO GOZAR TOMANDO NO CÚ... Eu dizia.. ENTÃO, VAGABUNDA, VOCE VAI GOZAR E MUITO, PORQUE VOU TE RASGAR NO MEIO... MEXE VADIA!!! VOU ENCHER SEU INTESTINO DE PORRA QUENTE!!!... ENCHE FILHO DA PUTA.. QUERO ELE TODO ENTUPIDO...Com isso ela chegou a gozar duas vezes e eu em seguida, despejei muita porra quente dentro daquele rabo delicioso. Fiquei com meu pinto dentro dela até que amolecesse por completo e deitados, nos demos conta da hora e que seu marido e seu amigo, deveriam estar chegando. Nos beijamos, nos trocamos e voltamos para a beira do rio, local onde tínhamos marcado para o retorno para casa. Chegando lá, passados mais 5 minutos eles retornaram e nos pegaram. Perguntaram como tinha sido o passeio e eu disse que nunca tinha visto coisas tão maravilhosas como naquele lugar e que sempre que pudesse, voltaria para visitá-los...

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario cristal
Por: cristal
Codigo do conto: 575
Votos: 1
Categoria: Traicao
Publicado em: 12/08/2014

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login

Mais contos desse usuario

Cerão extra

CERÃO EXTRA 2

Acampamento gostoso


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - zimhow.top - Todos os direitos reservados

Online porn video at mobile phone


contos insestocontos eroticos zoofiliacasadoscontos comcasa dos cobtos eroticosultimos contos eroticos de incestoultimos contos eroticoscontos eroticos 2015zoofilia contocontos de cdzinhacontos eroticos traiçaocontos eroticos de travesticontos eroticos swingincesto contos eróticoscontos gays sitecontos eróticos zoofiliacontos eróticos lésbicocontos eroticos de cornosconto eroticos com fotocontos eróticos dominaçãoconto eroticos com fotorelatos eroticos por codigocontos eroticos atualizadoscontos erotico comunidadewww.casadoscontoscontos eroticos zoofiliacontos eroticos zoofiliahistorias de incestocasadoscotoscasa dos contos eroticos incestocontos eroticos com a empregadacontos categoriascontos de incestos reaiscasadocontoseroticoscaa dos contosconto erótico fotoswww.contoseroticoscasa dos contoa eróticoscunhada safada contoscontos de coroasconto bisexualcasa do contos eróticoseu minha mulher e um travesticontos incestocontoscasadoscasa.dos.contos eroticoscontoseróticos com fotoscasadosontoscontos eróticos de traiçãocasa doscontoscontos eroticos prima novinhacontos eróticos grátiscasa dos contos eroticos ultimoswww.ultimos contos eroticos publicadosconto erotico incesto com fotocasa doa contos eróticoscontos de sadomasoquismocontos eroticos zoopriminha contosingenua contoscomendo a tia contos eroticoscontos eroticos casa de swingcasafoscontoscasadoscontos.comconto erotico bimeus fetiches contoscasados contos eróticoscasa dos cobtos eroticosinsesto contoscasa dos contos eroticos gayscontos eroticos irmãzinhacontos eroticos gays com fotoscontoseroticoscomfotosconto erótico categoriadei para meu genroincesto contoscontosceroticoscontos eróticos atualizadoscomi minha prima contocontos de swingcontos eróticos de masturbaçãoconto zoocontos incestuososcontos eróticos com cachorrocasa dos contos.eroticosvirgensinhacasa dis contos eróticoscontos incestocontos eróticos de coroascontos eroticos de zoofiliacasa dos contos.comcasa dos contos erocontos exibicionistascontos bissexuais