Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Tentativas II

Por: AdrianaRosa1 - Categoria: Traicao

TENTATIVAS II Caros leitores este narrativa é a continuação do relato "TENTATIVAS INÍCIO". Meu nome é Adriana Rosa, sou jovem, viçosa e afogueada, minha pele é morena jambo bronzeada, com direito a todas as marquinhas, na bundinha, na piriquitinha e nos peitinhos, tenho cabelos cacheados loiros, pernas roliças e lustrosas, pois uso bastante sabonete e creme hidratantes. Minha bucetinha é muito bem tratada, cheirosa. Os pentelhos, que vão da piriquita ao cuzinho, são bem aparados e descoloridos, quando vou à praia e me sento eles ficam um pouco à mostra o que causa furor nos homens que só faltam me comer com os olhos, estando acompanhada de meu marido ou só. Eu adoro falar de mim mesma, pois sou bonita mesmo, sem modéstia. Gente, meu cuzinho é uma loucura, meu marido diz que ele ainda não encontrou cu mas cheiroso que o meu, ele adora passar a língua, lambe de cima a baixo, aliás ele é viciado nisso, eu adoro quando ele faz isso, me leva aos píncaros do orgasmo, fico doida, eu grito, me arregaço toda em sua língua, eu sou tão bem fudida, que não tenho menos que cinco orgasmo em cada foda com ele, é meu macho perfeito.    Conforme relato anterior, meu marido conversou comigo, pedindo minha participação em suas fantasias sexuais sugerindo que eu fizesse TENTATIVAS de seduzir e talvez transar com outros homens, o que concordei plenamente. Visto que, todos os homens tem suas fantasias, mas poucos são machos para externalizar essas fantasias para suas companheiras, o meu é muito macho e de mente aberta, ele está muito a frente de seu tempo. Depois dessa conversa comecei a me sentir mais desejada, mais cobiçada. Passei a usar roupas mais sensuais, mais provocantes, mais transparentes, mais cavadas, calcinhas pequeniníssimas, passei a observar mais os outros homens, pois essa fantasia de meu homem também despertou em mim esse desejo louco de provar outra pica, de senti-la latejando dentro de mim, só de falar, digo escrever, já estou toda molhadinha. Em outubro de 2002, no Rio de Janeiro, eu e meu marido resolvemos sair para tomar uns chopes num barzinho, estávamos sentados quase perto do balcão, onde muitos homens bebiam em pé, meu marido de costas para eles, talvez ele tenha feito de propósito, me deixou de frente, já tínhamos bebido bastante, quando meu marido perguntou quando eu iria começar o jogo, esta é a senha, eu disse que já tinha começado e que só estava esperando seu ok. Tinha um homem brancão, peludão, de bermudas, que a tempos estava flertando comigo, comecei a me insinuar para ele, ele piscava, eu respondia, ele fez gestos pedindo que abrisse minhas pernas, discretamente eu abri, deixei a mostra minha calcinha branca, minha intimidade, isso deixou o homem louco e também toda a galera que estava acompanhando, eu cruzava e descruzava as pernas. Como estava tomando chope, me deu vontade de ir ao toalete fazer xixi, fui, o banheiro era pequeno e um pouco fora do campo de visão do meu marido, quando terminei, me enxuguei, abri a porta, o dito rapaz peludo estava bem a minha frente, ele empurrou a porta e eu, um pouco para dentro e entrou, eu perguntei o que significava aquilo, ele disse que iria me comer de qualquer jeito, nem que depois fosse preso por estupro, foi logo me agarrando, me modiscando, eu dizendo não, levantou minha saia, arriou minha calcinha, eu lutando um pouco, falado baixinho que não queria aquilo, que estava acompanhada e que não poderia demorar. Ele nem se importava com minhas palavras, terminou de tirar minha calcinha, guardou no bolso, abriu sua braguilha e tirou uma pomba imensa, grossa e dura, quando eu vi aquilo, comecei a fraquejar em minha luta e comecei a pensar como iria deixar aquele pau mole e pingando. Ele sem titubear, aproveitando aquele meu momento de insegurança, levantou minha perna, colocou em cima do vaso e atochou aquela pica dura até os bagos em minha bucetinha, que àquela altura já estava pingando e se contraindo em movimentos desordenados, começou um movimento de vai-e-vem alucinado, dizendo que eu era uma putinha gostosa, deliciosa, boa de pica, Quando ouço essas coisas me derreto toda e comecei a colaborar, dizendo que ele era também muito gostoso e que estava adorando ser arrombado naquela banheiro, ele não parava de me bombar, eu pedi pra ele socar bastante minha buceta, eu dizia, soca cafajeste, fode minha buceta, tu tá fazendo eu trair meu marido agora, nesse momento, me fode, eu vou gozar nessa tua pica. eu vou gozar, eu vou gozar, eu vou gozar, não para, não para, agora ahhhhh....filho da puta, cacetudo...ahhhhhhhhh, soca mais filho da puta, eu tô gozando, tô gozando. aiiiiii...ahhhhhhhhh...hummmmmmm, rápido, goza logo, que eu quero ir, já demoramos bastante, eu tô sentindo tua pica ficar mais grossa, ela ta inchando, parece um ferro em brasa, eu fico louca quando vejo um homem prestes a gozar, eu contraio ao máximo minha buceta, ele aumentou o ritmo e eu continuava a espremer sua pica com minha buceta, eu tenho um bezerro fortissímo, ele avisou, vou gozar, sua putinha safada, prevaricadora, vou encharcar tua buceta com minha gala, tu vais voltar para a mesa com cheiro da minha pica, com essas palavras eu soltei um segundo orgasmo, lavando a cacetona dela com meu líquido e daí em diante eu só senti nossas veias do pescoço tufando, senti os esguichos de gala no fundo de minha piriquita, ele retirou rapidamente, eu aproveitei e chupei e ordenhei o resto de gala que ainda tinha no seu canal e na cabeça da pica, deixei seu pomba limpinha e vazia, fiquei satisfeita, o homem nem se fala, comeu uma gostosa dentro do banheiro e depois saiu rapidamente. Voltei para meu lugar na mesa, meu marido perguntou o que tinha acontecido, eu disse que tinha tido aquela tão sonhada experiência e que depois em casa, quando estivéssemos fazendo sexo, eu contaria com detalhes, o olhos de meu marido brilharam. O rapaz peludo continuou a beber no balcão com o resto dos outros homens e de vez em quando ele tirava minha calcinha e mostrava como troféu. Agora vou ter que parar, pois estou louca pra fuder e meu marido está chegando. O próximo relato será "TENTATIVAS III", aguardem. Ah, esqueci um detalhe, agora estou morando em Manaus.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario AdrianaRosa1
Por: AdrianaRosa1
Codigo do conto: 457
Votos: 3
Categoria: Traicao
Publicado em: 12/08/2014

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login

Mais contos desse usuario

Tentativas Início

Tentativas III


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - zimhow.top - Todos os direitos reservados


contos eroticos bicasa de contos eroticoscontoseróticos incestocasa dos contos cornocasa do contos eróticoscontos eroticos ilustradozoofilia contos eróticoscontos eróticos de incestoscontos de zoocontos topcasa dos contos eroticoscontos eróticosincestocasadoscontodcasa dos.contos.eroticoscasadoscomtosrelatos eroticos por codigocontos eroticos de incestocontos eroticos com fotocontos reais incestocasa dos contos eroticos gaycasa dos conto eroticoconto erotico negracontos reais de incestoscada dos contos eróticoscasa dos contos pornoconto corno mansocomendo a tia contos eroticosconto erotico categoriacontos eroticos ingenuawww casadoscontos comconto erótico lesbicoultimos contos de incestoscontos eróticos heterossexuaiscontos eróticos bissexualcontos eróticos verídicocontos zoofiliaconto de incestocontos de coroascunhada safada contoscasa dos contoseroticospriminha contoscontos de zoofilia com fotoscontos eroticos travesticontos eroticos sem fotosmae e filha contoscontos eróticos com cachorrocomendo a prima contocasadosontosincesto contoscontos incestcontos eroticos com fotocontos eróticos incestoultimos contos eroticos publicadoscasa dos conto eroticosincesto conto eroticocontos eroticos tiascontos eróticos com cachorrocontos eroticos gay com fotocontos eroticos de travesticonto no onibuscontos eróticos cornoscasa conto eroticocontos gay amigocontos crossdresserscontos eroticos escrava sexualcontos por categoriascasa dos contos cornoconto erotico estrupadaconto porno com fotoscasa dos contos eroticoscasa dos conto eroticocasa dos conto eroticocasa dos contoseróticoscontos de sexo entre irmaoscontos eroticos gay com fotoexibicionismo contoscontos topa casa dos contos eroticoscasa conto eroticocasa dos contos eroticos incestowww.casadoscontoscontoerotico incestocontos de.incestocontos eroticos mae e filhocasadoscontosgaycasadoscontos com.brcasadoscontocontos eroticosultimoscontoscontos exibicionismocasa doscontoscontos eróticos bizarroscontos de insextocontos erotico com fotoscontos picantes incestocasadoscontoseroticoscontos eroticos bisexual